domingo, janeiro 21, 2007

fumo

depois do comentário do dream brother no post anterior, não resisti a ir buscar mais esta antiguidade

Fumo, do meu cigarro
num cinzeiro
ali parado,
junto à garrafa
da cerveja morta
ali ao lado.
E uma borboleta azul
passeia no ar,
viciado,
pousando depois
num velho jornal
do mês passado.
E o fumo no ar
faz-me lembrar
um sonho cinzento,
com as janelas fechadas,
estações de comboios
e um trem barulhento,
que se mantêm parado,
prestes a partir
a qualquer momento,
sempre de fumo no ar
e vazio no olhar

demonstrando esquecimento
do passageiro na gare
virado para o mar
de fumo cinzento.


28091996

1 comentário:

mmmatos disse...

já agora, podias, sei lá, fazer uma ligação qualquer de forma a que pudessemos ouvir a música... eu sei que consegues isso... mãos à obra