terça-feira, abril 08, 2008

...e não tocar

"José Anaiço está ao lado de Joana Carda mas não lhe toca, compreende que não deve tocar-lhe, ela compreende-o também, há momentos em que mesmo o amor deve conformar-se com a sua insignificância, perdoai que assim reduzamos o extremo dos afetos a quase nada, ele que em outras ocasiões é quase tudo."

José Saramago in "A Jangada de Pedra"

1 comentário:

pingo de mel disse...

...porque há dias em que não estamos para amar...